You are here
Home > Análises e Opiniões > Cenário Brasileiro > Os absurdos do BNDES começam a vir à tona…

Os absurdos do BNDES começam a vir à tona…

Só os contratos divulgados hoje pelo BNDES, sobre empréstimos no exterior, apontam para um rombo de quase 1 bilhão de dólares em transferências de recursos a países, como Cuba, Argentina e Venezuela.

Explico como funciona o engenhoso mecanismo de financiamento de governos estrangeiros… Enquanto nosso governo capta recursos no mercado a mais de 13% para financiar a máquina pública brasileira, ele empresta a estes países a taxas de 3,15% a 7% por meio de nosso banco de fomento. Uma verdadeira afronta ao bolso dos Brasileiros que estão pagando esta farra dos países populistas da AL (que não conseguiriam tais taxas em lugar nenhum do mundo).

Pior, quando os brasileiros procuram o banco de fomento, para financiar investimentos no país, são obrigados a pagar taxas que chegam a ser mais do que o dobro das ofertadas para obras nos países estrangeiros. Se pensar que estamos falando de pouco mais de 2% das operações do banco e já temos quase 1 bilhão de dólares de transferência de recursos brasileiros para o exterior, imagine quando soubermos de tudo o que está acontecendo lá dentro.

Leonardo Terra
Leonardo Terra
Mestre e Doutor em ciências pelo programa de Administração de Organizações da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, na Universidade de São Paulo (FEARP - USP). Possui MBA executivo em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas e Graduação em Administração de Empresas pela FEARP - USP. Atua como professor, pesquisador e consultor na área de estratégia e desenvolvimento organizacional, explorando os princípios que regem os sistemas socioeconômicos por meio da matemática do caos e da epistemologia sistêmica e suas aplicações no processo estratégico e nas interações sistêmicas das organizações. Vencedor do West Churchman Memorial Prize em 2014.
http://lattes.cnpq.br/3022429953017645

Deixe uma resposta

Top